sexta-feira, 17 de setembro de 2010

As Flores do Campo Belo

Não há mais flores no Campo Belo
Não crescem árvores
Crescem prédios, edifício
São altos!
Respirar é difícil

As belas casas
No Campo Belo
Soterradas
Todo esse concreto

A cor do Campo Belo
Agora cinza
Pálido, amarelo
Sisudo, ranzinza

Não há mais flores no Campo Belo
Não há mais campo e ele não é mais belo
Mataram as flores do Campo Belo

Taparam o sol com tantos prédios
Sujaram o ar com tanta fumaça
Calaram os pássaros com tanto avião
Corromperam os homens com tanta ganância

Comprar, comprar comprar,
Construir, construir e construir
Ganhar, ganhar, ganhar
O absurdo
E ninguém a fiscalizar

Na ânsia
Novo lar pra morar,
A casa própria
A miséria própria

A poucos metros
Águas espraiadas
Espalhadas na favela e na miséria
A poucos metros

São Paulo desigual...

E não há mais flores no Campo Belo
Elas não podem ser regadas com a água do córrego
O esgoto do córrego

E já não há mais flores no Campo Belo
O campo já está limpo
Como o Campo Limpo
Santo Amaro,
Rogai por nós
Santa Cecília,
Santana

Lindas Perdizes,
Não veremos mais
Entre lagos em Interlagos
Poluição
Matando árvores,
Pinheiros e Jardins,
Problema
Em Moema e toda a parte
No Jabaquara
Já não há quase nada
Não há Saúde
Desde as margens do Ipiranga,
Ao Tatuapé
Só se for a pé
Trânsito é problema de todas as metrópoles
Higienópolis,
Não se anda
Nem pelo Minhocão
Não há solução
Resta apenas a Consolação
Longe do Paraíso
Bem longe disso
Ibirapuera,
Quem dera
Se toca
Na Mooca
Fala Sério
Parei no Glicério
Engarrafado, Assaltado
Bem aqui
Mandaqui,
Cambuci,
Morumbi,
Itaim Bibi
Sou seu fã
Desde o Sacomã
Até o Jaçanã
Em Pirituba,
Suba
Ao Limão
Que horas são?
Já era
Pra Itaquera
Venha
Pra Penha
Tenha uma Bela Vista
insista
É Avenida Paulista

Mas não há mais flores no Campo Belo
Nem em campo algum
Em qualquer lugar de São Paulo
Sem flores,
Sem ar,
Sem vida
Já não há mais vida...

Aonde estão as flores do Campo Belo

2 comentários:

Anônimo disse...

booa capitu. poesia urbana... vc eh f***

abs,
kurt

Fabricio Henrique disse...

Parabéns cara, muito boa!