quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

O Carteado


As cartas estão na mesa
Todas marcadas, demarcadas
Embaralhadas e contadas

O seu destino está na mesa
Na mão de hábeis jogadores
O blefe e a carta na manga....

Tantas desilusões
Esse mundo competitivo
Agonia e enganação
Em ambiente corporativo

Pedras por todos os lados
Use o escudo de emoções
Desconfie de todas as suas relações
Na produção de sorrisos fabricados

Tanta ilusão,
Vantagens ao comprar
Você caiu no golpe
Agora são juros a pagar

Tantas desilusões,
Dependemos para sobreviver
O mundo tão insano,
Nós vamos sobreviver

Mais um dia de ganha-pão,
Politicagem, hipocrisia, competição suja,
Todos cuidam de si,
Todos querem para si,
Todos fazem de si,
O melhor e o pior,
Para conseguir o maior cargo,
Status, celebridade e poder

É assim que se faz para sobreviver!

O interesse predomina
Inocência se abomina
O mais fraco se elimina
É mais um mês que termina

Todas as pessoas se aproximam de você
Será que elas querem amor ou poder
O que de tão bom você pode oferecer?
Circulo vicioso de disputas, intrigas e mal querer

Continuamos lutando para sobreviver!

Mês a mês,
Poderosos capitalistas jogam suas cartas,
Mais e mais lucro, mais e mais trapaça
Mate ou morra, sobreviva à lei do cão
Não confie no primeiro que lhe estender a mão

Até quando nós vamos sobreviver ?

5 comentários:

Angelica disse...

"Até qdo vamos sobreviver?"

Absurdamente perfeita!

Beijnhos

Karina disse...

Capitu,

Perfeito.

Nada mais a declarar.

edu disse...

Capitu,
Sem palavras...
Pudera eu me expressar tão bem!

Inté!

kamyla disse...

Carambaa que legaal!
Adorei seu textoo!

De verdade, muito boom!

bjããooo

rai2007 disse...

Nossa!mergulhei na sua poesia com o coração espedaçado. Meus pedaços, fui distribuindo nos lagos sujos das colobias,equadores e Venezuelas em pé de guerra. Mas haverá perdeu quando vier a noite sem estrelas e Deus, de longos cabelos, cantará uma canção dos Rollings Stones.