terça-feira, 22 de abril de 2008

0 X 0

0 a 0
O jogo continua,
Sem emoção nenhuma,
Nosso jogo continua

Ninguém chuta no gol,
Não tem tabelinha bonita,
Jogada de habilidade,
Finta, caneta, drible

0 a 0,
E você continua na retranca
Só tocando de lado
Esperando o tempo passar
O juiz apitar

A gente jogava tão bem juntos!
Era um clássico!
Fazia tabelinha,
Triangulava,
Chutava,

Goooool!
Beijo!
Abraço!

Cama...

O torcida enlouquecia,
Gritava, aplaudia,
Nosso jogo era bonito,
Envolvente,
Furava qualquer defesa,
Envolvia qualquer adversário

Bons tempos!

Hoje, meu amigo,
Que jogo feio!
Bicão pra frente
Botinada,
Retranca,

Você não me passa mais a bola
Nem parte pro ataque,
Fica ae chutando pra lateral
Tirando o perigo da zaga,

Nem parece mais a mesma jogadora
Aquele toque de bola refinado,
Aquele olhar apaixonado
O drible habilidoso
Essa mulher que me deixava tão vaidoso
A linda jogada, o passe, o gol,
Aquelas noites inesquecíveis de amor

Hoje é jogo de várzea,
Uma pelada horrorosa,
Canelada

Time pequeno,
Joga feio, jogador grosso
Desse jeito vamos ser rebaixados
Ninguém mais vem no nosso estádio

E você continua,
Na mesma jogada,
No mesmo esquema tático,
Sempre em impedimento

Não quer jogo,
Segura o jogo,
Amarra,
Falta!

Falta de habilidade
Falta de coragem
Falta de vergonha

0 a 0
Que jogo feio!
A torcida vaia,
A gente pisa na bola
Não joga mais no mesmo time

Quando você vai me dar uma chance?
Quando vamos jogar bem de novo?
Quando vamos golear?
Quando vamos ganhar o título?
Quando vamos ficar com a taça?

Só se for com muita raça!

Ergue o braço o juiz!
Fim de jogo!
Vamos pro chuveiro esfriar a cabeça...

Quando é a próxima partida?

Um comentário:

Rodrigo Gaita disse...

Muito bom, bom mesmo.
Lembra-me Zico, Sócrates, Careca e Falcão.
Lendo mais um pouco, lembra-me Amaral,Richarlyson, Dentinho e Betão.