quinta-feira, 10 de julho de 2008

Tormentos

Não,
Não me perturbe mais
Saia daqui,
Saia de mim,

Me deixe em paz,
Me deixe viver

Não queira competir
Seus feitos contra os meus,
Não queira medir
Suas forças comigo

Apenas saia,
Leve tudo que é seu e de direito
Deixe o meu peito
Deixe-me

Me deixe ser
Me deixe viver

Siga seu rumo,
Eu sigo o meu,
E não importa mais
Aonde vamos parar a partir de agora

Não me incomode mais,
Não me procure mais,
Não me invada mais,
Não me maltrate mais

Me deixe aqui
No meu canto
Já sei me virar sozinho

Sem você...

Não necessito mais
Não quero mais

Quero minha própria verdade
Quero meu próprio caminho

Por isso gentilmente,
Saia

Deixe,
Sem falta de educação
Sem ingratidão,

Gentilmente saia,

Me deixe em paz...

Um comentário:

Cαmilα disse...

Meu D E U S
É desse poema que estava precisando para espantar o fantasma do meu ex!
Xô... sai pra lá tremmmm!
Beijo
=)